Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Runner Wannabe

Coisas da corrida de uma pretendente a corredora amadora.

Runner Wannabe

Coisas da corrida de uma pretendente a corredora amadora.

03
Nov17

A minha estreia pelos 4 ao km! Relato completo.


Runner Wannabe

 

O convite para correr pelos 4 ao km, foi feito no dia 24 de Setembro, após a Corrida do Tejo (a minha primeira corrida). Na altura fiquei atrapalhada e surpresa, não compreendia muito bem os quês e os porquês!  O dia tinha sido cheio de expectativas, de emoções e quase ao cair do pano, a cereja no topo do bolo! Decidi não questionar (mais) e aceitei o convite, mas sabia que o tinha de digerir.

Nos dias e semanas seguintes, de cada vez que pensava no assunto, ainda ficava incrédula! Esta sensação tinha a sua razão de ser, mas para explicar, tenho de recuar cerca de um ano, altura em que criei este blogue - que faz hoje 1 ano!

 

Comecei a correr sozinha – e ainda corro – mas há cerca de um ano estava completamente a zeros! Socorria-me de informação disponibilizada online, para me ir inteirando de assuntos relacionados com corrida.

Durante as pesquisas tropecei em vários blogues estrangeiros, alguns eram cómicos, outros factuais e outros ainda, resvalavam o poético! Talvez inspirada por estas leituras, decidir nessa altura criar este cantinho – não sabia muito bem o que nele iria escrever – mas foi através dele que comecei a dar conta da actividade bloguística relacionada com a corrida, por terras lusas!

 

Li centenas de publicações ao longo de meses. Relatos de treinos, de corridas, de tempos e contratempos - de doidos e lunáticos pela corrida, que generosamente partilhavam com o mundo, as suas experiências, expectativas e entusiasmo!

 

Durante os tempos que estive impedida de correr, continuei a correr, através dos relatos destes bloguers que acumularam informação (e kms), ao longo de anos! Não seguia mais que meia dúzia de blogues, mas calhou-me em sorte que metade dos que seguia, pertencerem a elementos dos 4 ao km, ou que já tinham corrido por esta equipa! Daí a pensar que um dia iria vestir a mesma camisola? Nunca tal me passou pela cabeça!

Eu...pertencer à mesma equipa de pessoas, cujos escritos me fizeram companhia, me ensinaram e me divertiram tantas vezes? É que nem sequer estava categorizado de impossível, ou improvável, simplesmente nunca existiu lugar para tal ideia!

 

Foi este o "peso" que senti, quando fui convidada a correr pela equipa! O peso da admiração por tantas provas dadas por estes corredores e eu numa fase (tão) embrionária, como alguém comentou, e muito bem!

Contudo, com o passar das semanas, este sentimento foi-se diluindo e substituido por um totalmente diferente: "não vejo a hora de vestir a amarelinha"! :D

 

E assim foi, no dia 29 de Outubro, por terras da minha Lezíria Ribatejana, mais concretamente em Almeirim, na 31.ª edição dos 20kms Almeirim.

 

 

20Km Almeirim

 

Depois de recuperar da minha maleita – o suficiente para participar na Mini (5kms) dos 20kms Almeirim, ficaram dia e a hora marcada para me estrear pelos 4 ao km!

Na companhia dos colegas João Lima e do Aurélio, segui para Almeirim na manhã  de 29 de Outubro, dia que se adivinhava quente, confirmando as previsões meteorológicas dos dias anteriores! Nos 5km, não se iria notar muito, mas nos 20km, com a prova a terminar mais tarde...a conversa era outra!

Chegamos a horas de encontrar estacionamento muito perto do local de levantamento de dorsais, mas antes disso, foi-me entregue a camisola amarelinha! :) Depois de confirmar o tamanho, vesti-a e pronto! Ali mesmo, em plena rua...antes que um meteoro me caísse em cima...ou outra coisa assim desse género, acontecesse!

 

Aquilo é que foi insuflar o ego! eh eh 

 

Seguimos para o levantamento dos dorsais.

Eu não sou muito experiente nestas coisas, mas se o levantamento de dorsais por equipas, tivesse sido contemplado, talvez todo o processo tivesse sido mais eficiente, para organização e corredores. Mas a verdade seja dita, em 2 minutos estava despachada, dado que não havia fila para o levantamento dos dorsais da Mini.

 

Minutos depois juntaram-se mais dois elementos da equipa, a Isa e o Vitor.

 

IMG_20171029_090051 - Cópia.jpg

 A foto de grupo: João Lima, Isa, Vitor, eu e Aurélio.

 

E ali estava eu a fazer ricochete entre dois sentimentos.O de contente por partilhar as mesmas cores, mas ao mesmo tempo a pensar, “a quilometragem que os colegas têm nas pernas, deve chegar para dar umas 20 voltas a Portugal...cada um!” Sentia-me uma miniatura de comércio artesanal de Liliput!

Um pouco de conversa lá expulsou este nervosismo e passados uns minutos, por entre histórias, piadas e curiosidades sobre a corrida, já estava assim:

 

23022287_1728248120549897_330000922_n.jpg

 Eu, Aurélio e João Lima.

 

A hora aproximava-se e com ela a necessidade de fazer um aquecimento. Depois de efectuar alguns exercícios e manobras que me deixam a zona lombar mais apta a esforços, seguimos para uma rua transversal à meta, mas aqui a maçarica -  ainda estranha a estas andanças - descuidou-se com a ida à casa de banho! Pois...fui fazer o aquecimento com aquela sensação de “ou elimino isto ou vou passar um valente mau bocado”...mas a fila para a casa-de-banho era enorme! Para minha sorte, durante o aquecimento passamos por um restaurante que devia ter aberto portas, minutos antes! Entrei tipo furacão, pedi para o usar as instalações sanitárias e saí já só tempestade tropical, a caminho do aquecimento!

Senhor simpático que me autorizou a usar as instalações, obrigada!

 

Todos os elementos presentes, dos 4 ao km foram mostrar como se faz, nos 20km! Eu fiquei-me pelos  - em rigor - 4,8km. A vintena ainda não é para mim - lá chegarei a seu tempo! 

A organização anunciava os 5km de percurso urbano (Mini), como uma prova não competitiva...mas eu dei a volta a este texto! Ah não há chip? Levei a aplicação e o relógio, para registar tudo - e em boa hora usei os dois dispositivos!

 

A malta da Mini, partiu atrás dos bravos, que se iam atirar aos 20km. Ouvi o sinal sonoro, as pessoas começaram a avançar e eu fui enrolada naquele embrulho típico de pessoas! Mas como de costume, nestas ocasiões,quem vai interessado em fazer o percurso a correr tem de ziguezaguear por entre participantes-caminhantes  - e assim foram os primeiros 100m de prova -   até estar rodeada de participantes-corredores, e seguir em linha mais recta!

 

Senhores organizadores de corridas e caminhadas,

de modo a evitar atropelos, encontrões, slaloms por entre participantes e grupos de participantes

que ocupam toda a largura do percurso, seria possível testar uma pequena instrução do género "caminhantes no lado direito da estrada e corredores no lado esquerdo" (nos primeiros metros de corrida),

de modo a que algumas situações desagradáveis pudessem ser evitadas? 

 

Estarei a ser muito ingénua?

  

 

Tinha projectado fazer um tempo próximo dos 32:30. Para tal precisaria de atingir um ritmo médio de 6:30min/km.

Sim, não é  rápido, mas se considerar que somente duas semanas antes, é que fiz alguns treinos com ritmos abaixo dos 7min/km...6:30min/km seria muito bom ritmo!

 

O percurso foi todo ele plano, não houve margem para enganos e de destacar o público que esteve nas ruas a apoiar os participantes! A todos muito obrigada!

É que para quem treina sozinha, correr no meio de pessoas e haver outras a apoiar...é só um mimo! :D

 

Não sabia qual o ritmo que levava, a aplicação não me estava a dar feedback (problema no auricular). Limitei-me a gerir o esforço, o melhor que conseguia. Só sabia que não podia acelerar muito, pois a temperatura que se fazia sentir (25ºC), iria desgastar as energias mais rápido que o normal. 

Para evitar males maiores, decidi levar comigo uma pequena garrafa de água, que fez maravilhas! Não costumo beber grandes quantidades de água, mas tenho de molhar o bico com alguma regularidade, e se já o faço quando treino bem cedo pela manhã, com aquela temperatura era imperativo levar água!

 

Talvez por correr de forma conservativa, o último km costuma ser o mais rápido - mesmo em treinos - e nesta corrida, não foi excepção! Faço a última curva e entro na reta da meta, a correr como se não houvesse amanhã! E aquela coisa de não ser um prova competitiva...ah pois não! Competi sim! Competi comigo mesma!...pronto ok...a cerca de 200m da meta, "marquei" uma lebre e espremi-me até a ultrapassar! E ultrapassei!

Obrigada "lebre" de cor-de-rosa, pela ajuda extra!

Cortei a meta com a repiração completamente descontrolada  e qual foi a primeira coisa que fiz? Isso, parar o relógio! E a segunda? Meter-me naquela posição típica de  "se não me agarro aos joelhos...caio!"

 

 

 Antes mesmo de procurar um cantinho para desfalecer...assim mais em privado..de preferência encostada a uma parede, uma senhora passou-me um saco com brindes, uma garrafa de água e panfletos...e só depois me lembro de ...desligar a aplicação!

Tempo no relógio: 30:04

Tempo na aplicação: 30:40

 

Depois de corrigir o tempo para 30,04, verifiquei que o ritmo médio foi de 6:16min/km! Dadas as minhas condições e o actual momento de forma, é um resultado muito, muito bom! :) 

 

A azáfama junto à meta, era grande! Queria tomar duche antes de assistir às chegadas dos corredores dos 20km. Depois de alongar por uns minutos, fui brindada por um duche de água bem quente - se estivesse um dia frio, tinha sabido tão bem! ;)

Os colegas de equipa chegaram bem e cumpriram os seus objectivos! Toda a gente satisfeita!

 

Tive o prazer de conhecer pessoalmente o meu vizinho Filipe Torres, que uma semana antes tinha feito os 110km no UTAX... (mete mais kms num dia, que eu num mês...e meio!). É uma máquina de correr made in Ribatejo!

 

E um dos momentos mais esperados, aproximava-se!

O almoço claro!

Caríssimos, tivemos direito a uma poderosa sopa da pedra, acompanhada de caralhota (estão-se a rir de quê?), suminho da Compal e "pomada" da Adega Cooperativa de Almeirim! Não provei a vinhaça, mas quem provou disse que era boa pinga!

Eu que conheço a sopa da pedra, nunca uma outra me soube tão bem, como aquela! Estava deliciosa!

Sim, aquilo não é para "meninos", mas o pessoal tinha queimado muita caloria, podia comer à confiança!

Para animar a malta esteve a actuar um grupo, que deu música e bailarico - que diga o grupo de Caminhadas ao Luar de Albufeira, que estavam animadíssimos! Bela energia! :D

 

Foi um dia 5 estrelas! 

Estreei-me pelos 4 ao km!

Fiz uma boa (excelente) corrida!

Fui muito bem recebida e acompanhada, pela equipa!

O ambiente foi óptimo!

A sopa da pedra esteve à sua própria altura!

A organização está de parabéns!

 

E sim, é para repetir! Quem sabe se para o ano já me poderei juntar aos bravos dos 20km!  Isso é que era! 

 

Boas corridas e uma dedicatória especial a todos os audazes que se vão testar mais uma vez, - ou pela primeira vez - na Maratona, por terras da Invicta!

 

Boa sorte a tod@s!

 

 

 

 

 

 

8 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D