Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Runner Wannabe

Corredora amadora à beira dos 40, que aspira um dia começar e terminar um trail: a respirar, a conseguir proferir palavras do tipo “ajudem-me” e “água” ... e em controlo das suas funções biológicas básicas.

Runner Wannabe

Corredora amadora à beira dos 40, que aspira um dia começar e terminar um trail: a respirar, a conseguir proferir palavras do tipo “ajudem-me” e “água” ... e em controlo das suas funções biológicas básicas.

21
Jun17

De tartaruga a "lebre"


Runner Wannabe

 Domingo, 18/06/2017

 Novo máximo alcançado desde a última lesão: 7,5km 

O ritmo foi lento, terminei em pleno controlo cardio e a pensar que tinha condição para mais alguns minutos, sem sinal de sofrimento! Fiquei a ver o quilómetro 8, mas decidi resguardar-me - apesar do ritmo tartaruguico (esta palavra não existe pois não?).

 

Terça-Feira, 20/06/2017

Treino de recuperação: 4,4 km a ritmo lento.

 

Tudo mentira!

Foram 4,4km a um ritmo francamente mais rápido, que todos os treinos anteriores! Mas esta rapidez é relativa ok? Sou corredora leeeenta. A surpresa foi ter retirado 21''/km ao ritmo da corrida de domingo, por outras palavras, de 7:11/km passei para 6:50/km! 

Na verdade o meu “painel de controlo” mostrava só luzes verdes (é que nem uma amarela!), por isso mantive o ritmo mais elevado, sendo que os últimos 400 m foram ainda mais rápidos! As pernas continuavam a reagir bem, o cardio a corresponder e acabei por fazer estes últimos metros - segurem-se por causa da deslocação do ar -  nuns supersónicos 5:18/km! Ui, parecia uma lebre!!!

 

Foi este o treino ligeiro de “recuperação” que fiz!

 

Ambos os treinos foram feitos sem o feedback da aplicação, facto que me está a deixar muito mais descontraída e atenta ao diálogo entre corpo e mente. Finalmente começo a descobrir as virtudes da música durante a corrida,que sem dúvida me ajuda a descontrair.

O único controlo que faço é mesmo o da quilometragem, os restantes dados só são analisados posteriormente à corrida.

 

Eis alguns indicadores:

 

- continuo a fazer oscilações muito significativas no ritmo, durante uma corrida;

- em zonas de ligeira subida, tendo a acelerar;

- o primeiro quilómetro é de longe o mais lento;

- o último km é feito acima da velocidade média, da respectiva corrida.

 

Próximo treino: 6km

 

Boas corridas!

 

 

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D