Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Runner Wannabe

Coisas da corrida de uma pretendente a corredora amadora.

Runner Wannabe

Coisas da corrida de uma pretendente a corredora amadora.

21
Ago17

Duplo treino, duplo recorde!


Runner Wannabe

 

No post anterior:

Terminei o treino com o tempo final de 1:05:44, retirando 2min e 8seg ao anterior tempo, aos 10k! :)

Fiquei super contente por ter feito um tempo melhor, que acaba por valorizar ainda mais, tendo em conta que não descansei nos dois dias anteriores, como faço com qualquer treino longo!

Como as minhas reacções passam por todo o espectro do 8 ao 80...

 

Tinha baixado o tempo aos 10km, em condições desfavoráveis.

E em condições normais, como teria corrido?

 

Iniciei a semana de treinos, com o costumeiro treino de 3F, que ao invés do programado, aconteceu no final do dia. Pastelei durante 3km! Os meus objectivos eram vários: acabar de diluir o cansaço muscular; monitorizar a região da anca (que tinha dado uns “sinais” no treino de Domingo) e aquecer para fazer uma sessão de reforço muscular e alguns exercícios de flexibilidade. As pernas bem que começaram a acelerar durante a corrida, mas não as deixei embalar. Pastelar era a palavra de ordem! E tanto pastelei que até senti sono, acreditam? Eu bocejei enquanto corria! Depois lá acordei com a sessão de reforço muscular, que foi puxadinha, tanto que no dia seguinte ainda sentia alguns dos seus efeitos!

 Eis alguns dos exercícios que faço:

                                                                  A cara de felicidade desta senhora...diz tudo!

 

 

                                                                      Agora até já atino melhor com este.

 

                                                                       Este não faço, só de ver dói!

                                                                             ( Coloquei só por causa do efeito dramático!)

 

Chega a 5F...e o treino e o sismo que toda a gente sentiu, menos eu!

Por essas horas andava-me a arrastar por uma ciclovia, colocando a seguinte legenda a cada passo que dava: “tirem-me deste filme!”.

Físicamente sentia-me demasiado cansada. Cheguei a pensar que ainda eram efeitos da sessão de reforço muscular, mas acabei por descartar a hipótese e lá me apaziguei com um “pronto, hoje não era o dia!”

Mas do que é que ela (eu) não se lembrou de equacionar, foi do efeito de um comprimido para dormir que tinha tomado no dia anterior! Pois é!

Andava a dormir mal desde Domingo -  talvez por isso tenha bocejado durante o treino de 3F, ao final do dia - e com receio de não conseguir dormir devidamente de 4F para 5F, tomei um comprimido para dormir, que apesar de fraco, acaba por fazer bastante efeito, em quem não os toma com frequência.

O treino cifrou-se em 6km a 6:40min/km, mas aquilo foi muito difícil do princípio ao fim. Muito provavelmente ainda estava sob o efeito do relaxamento muscular, que estes medicamentos provocam.

 

Restava o treino de Domingo para fechar o saldo da semana, que estava em 9km de pastelice e...efeitos secundários de medicamentos!

 

Bem, a verdade seja dita, estava descansada muscularmente, o que me dava alguma margem de manobra para ser criativa no treino de Domingo. Apenas duas coisas me preocupavam: uma dorzinha na zona lombar, que sentia desde 5F e o calor imenso que estava previsto para Domingo.

 

Para evitar o calor decidi levantar-me super cedo, e por super cedo quero dizer 5:50h. Ainda estava escuro, os pássaros ainda não tinha acordado, tudo quieto e silêncioso.

Após pequeno almoço fiz um pequeno aquecimento dinâmico e atirei-me à empreitada que tinha determinado no dia anterior.

Iria tentar fazer um 2 em 1: esticar a distância máxima percorrida para 12km e tentar melhorar o tempo aos 10km. Os 2 primeiros quilómetros seriam de aquecimento, porque geralmente o meu 1.ºkm é mesmo muito lento comparado com os restantes e prejudica o tempo final. Isso queria dizer que a conseguir terminar os 10km (após 2km de aquecimento), os kms 9 e 10, seriam na realidade os kms 11 e 12.

Comecei às 6:25h e dei uma volta à parte alta da vila, aguardando que o dia clareasse mais um pouco, para me dirigir para a parte baixa da terrinha, onde se localiza o percurso que costumo fazer nos treinos.

 

Sem parar e  quase  nos 2kms percorridos (1,82km), saco do smartphone que estava num dos bolsos do cinto de hidratação e entre desbloquear, guardar sessão e iniciar uma nova sessão, enquanto corria, foram percorridos alguns metros que não chegaram a ser contabilizados, mas eu não podia parar, não era esse o plano! Lá escutei o 5,4,3,2,1 da praxe...e pernas para que vos quero!

O sol ainda não se via no horizonte. O seu encontro com as paisagens da Lezíria Ribatejana, estava marcado somente para as 6:56h.

A respiração estava controlada, a zona lombar não dava sinal. O dia ia clareando, prometendo castigar-nos com calor, mas ainda não eram horas disso. Quando saí de casa a temperatura estava já nos 20ºC, num dia em que estavam previstas temperaturas de 43ºC para Santarém e 41ºC para a “santa” terrinha.

 

Para quem não conseguia correr com música (eu!), agora não dispenso música! Já não me desconcentra, já consigo monitorizar a minha respiração sem necessidade de a ouvir e como corro numa zona onde não há trânsito automóvel, vou mais descontraída.

Conheço bem o percurso, mas tinha começado o treino num local diferente e como as pernas já tinham 2km (aquecimento), fiquei baralhada com a contagem da distância. O corpo começou a emitir sinais de cansaço, mas segundo a minha percepção, ia no km 8 e picos dos 10km... Tive de consultar a aplicação...ia-me dando uma coisinha má, quando vi 7,2km  (eu na realidade estava já com 9,2k nas pernas dos 12k totais)!

Epá, fiquei perturbada! Sem ter visto o tempo que já levava na corrida pensei “que se lixe o tempo, aguenta-te até aos 8 e dá-te por contente”...mas eu não ia ficar contente. Não abrandei e fui numa luta titânica comigo - fisica e mental - até chegar ao km9...

Só faltava mais 1km...

Já corria com smartphone na mão, olho para o tempo e percebi que iria baixar o tempo anterior, não sabia por quanto, mas só precisava de me aguentar por mais uns minutos, baixei o ritmo, estava cansada, os últimos kms tinham sido um luta enorme (mentalmente) e foram feitos a um ritmo bastante elevado, não tendo ficado com reservas para o final.

A cerca de 400m do final, uma pontada na zona lombar, ainda me abrandou mais e depois... depois foi aguentar, já com a certeza que o tempo final tinha melhorado e que a distância máxima também tinha sido ampliada!

Esperei que os 10,00km aparecessem  na aplicação e parei, parei abruptamente (como as regras não mandam)! Ajoelhei-me no meio da ciclovia a tentar meter o máximo de ar possível nos pulmões, pois tinha perdido o controlo da respiração há 1km atrás. Lá me levantei, bebi a restante água (sim, bebi os 33cl todinhos!) e deixei o smartphone em cima de um banco, sem confirmar o tempo final, enquanto ensaiei um jogging de uns 100m. Ao regressar ao banco, consulto a aplicação que me mostrou o seguinte:

 

Tempo: 01:02:51           Distância : 10,00km          Ritmo médio: 6:17min/km

 

1.0 km

2.0 km

3.0 km

4.0 km

5.0 km

6.0 km

7.0 km

8.0 km

9.0 km

10.00 km

06:29 min/km

06:22 min/km

06:47 min/km

06:26 min/km

06:14 min/km

06:05 min/km

05:50 min/km

06:01 min/km

05:50 min/km

06:42 min/km

 

Recuperei um pouco, estabilizei a respiração e regressei a casa, em modo jogging, pelo que fiz mais 1,2km, mas que não contabilizo no total corrido sem interrupções!

 

Chegada a casa, alonguei com calma, hidratei, preparei a “sessão de crioterapia” e fui a banhos frios durante 15 minutos. Atenção, não me coloco dentro de uma tina cheia de gelo! Arrefeço água com gelo, mas não em quantidades industriais - o que é uma pena!

 

2017-08-20 08.21.55.jpg

                                                                      Água a refrescar com algum gelo.

                                                                               

Depois entrei em choque! Não, não foi choque térmico, foi mesmo em choque por causa do tempo alcançado. De tal modo que nem sabia o que dizer, ou escrever. Daí só ter escrito hoje, na esperança de que estas linhas me ajudassem a ter uma reacção mais efusiva...devo ter um delay qualquer!

 

Terminei os 10k com um tempo de 1:02:51, tendo retirado 2min e 53 seg ao melhor tempo anterior.

Olhando para os números...o ritmo é alucinante (para mim), o tempo é excelente e estou de parabéns!

Racionalmente sei disso, mas ainda não baixou em mim!

 Portanto se daqui a uns dias, vier para aqui expressar euforia e contentamento por causa do tempo que fiz ontem...façam o desconto, ok?

 

Agora, vou recuperar bem deste duplo treino e garanto que não é tão cedo que me ponho a fazer outro deste género!

 

Boas corridas!

 

 

 

12 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D