Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Runner Wannabe

Coisas da corrida de uma pretendente a corredora amadora.

Runner Wannabe

Coisas da corrida de uma pretendente a corredora amadora.

27
Ago17

88 minutos e 44 segundos!


Runner Wannabe

Esta semana de treinos encetou com ...bicicleta. Ah pois! Dei o litro e uma pinga no treino de Domingo e achei melhor poupar-me um pouco!

Dei uma voltinha pequena (9km), só para aquecer, transpirar e preparar-me para uma sessão de reforço muscular, que acabou por ser muito light! (ando-me a baldar um bocado...ai, ai!)

 

Decidi que esta semana seria para correr em ritmos mais lentos. Andei-me a esticar (nos ritmos), nas 2 semanas precedentes e achei que devia meter mais alguns quilometros nas pernas, mas sem grandes pressas.

 

O primeiro treino de corrida aconteceu portanto na 4F. Como tinha descansado mais, experimentei fazer mais quilometragem para um 1.º treino -  de corrida -  da semana. Foram palmilhados 8km a 6:54min/km.

Tendo em vista esticar a quilometragem para 14km, no longo (e lento) de Domingo, o treino de 6F foi planeado para 6km a 6:50min/km, mas... distraí-me e acabei por fazer 7km a 6:42min/km. A diferença não é muita, mas a preocupação estava no facto de me resguardar na 6F, porque geralmente este dia, é o primeiro dos dois dias de descanso que antecedem qualquer treino longo que faça.

 

Domingo dia de longo.

Tinha alinhavado o plano de esticar a minha distância máxima para 14km – daí ter feito treinos lentos durante a semana. Mas no sábado volto a sentir uma dor na lombar e pensei em encurtar o objectivo, para algo menos ambicioso. Contudo, as indicações na madrugada de Domingo, antes de iniciar o treino foram boas, e lá me fiz ao treino.

 

Se geralmente me queixo que o meu 1.ºkm é muito lento, desta vez isso não era problema! Aliás, o problema foi mesmo em não conseguir manter uma cadência mais lenta, depois de estar “quente”! Tive a sensação que durante uns 3km ou 4 km, corri aos solavancos! Quando descontraía, acelerava, quando dava por ela, lá tinha de meter travão na coisa e regressar a um ritmo mais lento...Fisicamente isto não me apoquentou, mas obrigou-me a estar atenta o tempo todo, porque senão lançava-me! Neste sentido, desgastei mais do ponto vista mental do que do muscular!

 

Para “apimentar” a coisa, aos 7km começo a sentir uma dorzinha. E se suspeitava que a dor na lombar podia aparecer...surpresa...foi a anca a dar sinal, novamente! Honestamente, não sei se se trata mesmo da anca e se a dor é mesmo na articulação. Mas dados os "puxões” das últimas duas semanas...não fico demasiado surpreendida com algum sintoma mais dorido!

E se aos 7km a dorzinha apareceu, só desapareceu quando parei aos 12km. Decidi que iria ficar pela dúzia e parar de forçar algo, que já dava sinal há algum tempo!

Se sentia condição para continuar por mais 15 minutos e chegar aos 14km? Sim, mas também senti que já tinha abusado demasiado!

 

Os 12,14km demoraram 1h:28min:44 seg. a serem palmilhados (7:18min/km).

Nunca corri tanto tempo seguido!

Foram 88 minutos e 44 segundos!

Quase uma hora e meia, sem parar!

 

                                                                       A comemorar...

 

 

(and...back to normal!)

 

Que fique registado que é super aborrecido correr a um ritmo mais lento do que o habitual...mas não tenho escolha, se quiser alargar as distâncias!

 

Espero que esta dorzita passe, mas por agora não planeio fazer mais “doideiras”, até porque no final de Setembro - se não houver nenhum contratempo – vou fazer a minha primeira corrida!

 

 

Trata-se da Corrida do Tejo, corrida que me foi recomendada há vários meses.

Com dorsal 47XX, alinharei junto dos “tudo-ao-molho-e-fé-em-Deus” - não, não é uma equipa, mas não deixa de ser um nome interessante – por outras palavras, malta que não tem tempo oficial inferior a 60´.

 

 Só no fim de ver o vídeo promocional é vi no que me vou meter!

Imensa gente...e eu habituada a correr sozinha!

Eh, eh...vai ser bonito vai!

 

Até lá, vou tentar treinar com algum juízo!

 

Boas corridas!

 

25
Jun17

Nem de encomenda!


Runner Wannabe

 Quando publiquei o último artigo, conotando um ritmo mais rápido, de “lebre”, não me passava pelo rol das probabilidades, que tão cedo voltasse a adelgaçar os números!

 

O treino - do dia seguinte -  que supostamente seria de 6k, foi de 5,2k, mas o ritmo médio.... encolheu desta vez 20''/km, relativamente ao anterior! Fiquei incrédula! Verifiquei várias vezes os valores e chegaram-me a doer os maxilares, do tempo que estive de boca aberta! Lá me recompus, bradei o sucedido a somente dois, dos sete ventos, e depois decidi não pensar muito sobre o assunto, até porque não consegui arranjar justificações suficientemente satisfatórias para o sucedido!

 

Dado que tinha feito dois treinos “rápidos” - durante a semana - planeei esticar a distância num treino "longo" de fim-de-semana. Mas antevendo que estivesse cansada, decidi descansar 2 dias, para carregar baterias e para dar tempo ao corpo de se “remendar” onde fosse preciso!

Como programado acrescentei mais 1km, ao máximo anterior - apesar da luta titânica para me manter a correr – e acabei por retirar 5''/km, ao ritmo do "longo" do fim-de-semana passado! Muito bom, mas... hoje foi difícil correr!  As pernas não estavam a corresponder, sentia pouca energia e tive que me distrair com o que podia (pormenores da paisagem, música, pensamentos parvos, pensamentos super-parvos e afins), de forma a não deixar instalar - por completo - a ideia que pode parasitar a nossa engenharia mental: possibilidade de parar! Depois de todas as distrações que inventei, usei o argumento: "se não estou lesionada, ou com dores, não paro!!!"  Acho que foi assim que me consegui aguentar...mas ainda o tive de repetir algumas vezes...

 

A falta de energia tem explicação e fico contente por nada ter a ver com os treinos durante a semana.

Eu bem que dei dois dias de descanso de corrida, mas aparentemente, tudo o resto não conta!

Na realidade, tive um sábado super ocupado com tarefas pesadotas, de onde destaco trabalhos de pintura. Passei um bom par de horas a subir e a descer um escadote, para pintar a sala. Claro que para pintar, há todo um trabalho prévio de mover armários, sofás, mesas, etc...e depois, o trabalho de voltar a “montar” o lego - e tudo isso pesa no lombo e pernas! Os restantes trabalhos domésticos e os trabalhos da horta, sorveram o resto da energia que em mim residia e cheguei à noite quase a arrastar-me! Ainda assim, decidi preparar um repasto...digamos que...substancial e deitar-me um pouco mais cedo que o habitual, na tentativa de descansar um pouco mais.

Quando acordei até achei que o treino ía correr bem....mas não, como já se viu. Tive de insistir o tempo todo, mas valeu a pena, dado que os resultados foram bastante positivos! Aliás, esta semana foi excelente em termos de evoluções!

Nem de encomenda!!! :)

 

Aguardo com expectativa os próximos treinos!

 

Boas corridas a tod@s!

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D