Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Runner Wannabe

Coisas da corrida de uma pretendente a corredora amadora.

Runner Wannabe

Coisas da corrida de uma pretendente a corredora amadora.

10
Jun17

"Talvez seja melhor correr só amanhã"


Runner Wannabe

 Hoje acordei com o seguinte pensamento..."talvez seja melhor correr só amanhã".

Sacrilééégio!!!

 

Tive de me ignorar! Vesti-me depressa, tomei uma versão light de pequeno almoço, alonguei (ainda em casa) e passados 30' estava a fazer aquecimento pré-corrida.

 

Hoje não vou ligar ao que a aplicação me diz, vou silenciá-la e vou correr

o que me apetecer, ou o que as pernas derem...ou o que o pulmão deixar...

e com música!

 

Não costumo correr com música, mas hoje levei o meu MP3 (jurássico). Como comecei um pouco mais tarde que o costume, já se notava um calorzinho extra, mas uma brisa que se refrescava no Tejo, passava em metade do percurso que hoje resolvi fazer... e as temperaturas lá se equilibraram!

Premi o play e comecei a corridinha sem objectivo, senão o corre & enjoy praí , mas passados 2 minutos, o MP3 calou-se...

 

E agora sem música e sem a vozinha quase sexy da aplicação a dizer-me

as velocidade warp a que corro todos os santos minutos?" 

Ai pá, deixa de dramatizar! E quando não haviam estas tecnologias,

o people não corria, queres ver?

Distrai-te com os passarinhos e corre! Vá, vá, vá!

 

(Discurso interno de nuances esquizofrénicas...alguém se revê? Alguém...please!)

 

O MP3 não estava carregado, aqueles 2 minutos foi o aparelho a espremer-se...e pufff!

 Conhecendo-me suficientemente, sabia que ia ficar a remoer um bocado num pormenor de treta. Tive que me distrair de imediato!  Saí da ciclovia e acabei por adicionar ao percurso normal, um segmento - estrada de campo, em alcatrão - que não costumo fazer. Remédio santo! O complicómetro desligou-se, encontrei um ritmo confortável e distraída pela mudança de paisagem e climatizada pela brisa fresca que contrariava um Sol cada vez mais forte, lá fui palmilhando o alcatrão.

 

O ritmo foi realmente lento, mas por volta dos 4,1km, comecei a sentir um incómodo no "músculo manhoso". Reduzi ainda mais o ritmo -  de tão lenta que ia, quase que não justificava correr - mas lá continuei, até chegar ao local onde tinha garrafa de água - e uma bela de uma sombra. Contavam-se 5,1km. Parei, bebi água, desci a caneleira elástica - que me dá uma sensação de segurança - e massajei o local onde sentia maior tensão. Demorei talvez 90''. Decidi continuar  e até pensei que a coisa tivesse ficado resolvida, mas aos 300m a dorzinha voltou e parei aos 400m. Fiquei-me por ali, a franzir a testa e a semicerrar os olhos, para ver com maior nitidez o 6.º km. É a 2.ª vez que o miro mais ou menos daquele sítio... À 3.ª é de vez, dizem! Assim espero!

 

Fez ontem 1 mês que fiz o primeiro test drive, durante o qual corri durante 10 min.

Hoje corri 42 min., senti uma dorzinha, é verdade, mas muito honestamente, sabia que ela estava para aparecer mais dia menos dia. Ainda assim, o balanço das últimas semanas continua muito positivo!

 

Já se passaram algumas horas desde o treino e realmente o músculo está irritadinho, mas acho que ainda assim se tem portado muito bem, nas últimas semanas. Também já sabe o que o espera, massagens, alongamentos, exercícios....the usual,  aos quais vou juntar uns pós de descanso-mais-prolongado-entre-os-próximos-treinos e um aligeirar da carga. 

 

E nisto penso no pensamento matinal: "talvez seja melhor correr só amanhã". Vai na volta os deuses da corrida estavam a falar comigo e eu confundi-os com um ataque de preguicite!

 

Boas corridas, bons treinos, boas provas!

 

 

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D